Сейчас клиент микрофинансовой организации находится в очень выгодном положении, так как конкуренция между мфо привела в появлению такого вида займа, как займ без процентов, то есть бесплатный займ. Это, действительно достаточно новое явление на рынке финансовых услуг, совсем недавно появилось на рынке финансовых услуг, но уже стало настоящим событием среди клиентов кредитных организаций, выдающий займы.

Apresentação

 

Julio le Parc_continuel mobile inbox_01

Desejo as boas-vindas à Bienal Internacional de Curitiba 2015, que ilumina a cidade, trazendo a temática “Luz do Mundo” para ruas, museus, galerias e espaços que envolvem diversos públicos com a arte. Convido a todos para uma Bienal que está tanto no parque quanto no Museu, que é representada na Mostra na mesma medida em que faz parte dos Circuitos. Muita gente trabalhou para que esta Bienal se realizasse.

Aproveito este momento para agradecer a todos. Agradeço ao artista homenageado, Julio Le Parc e aos artistas dos 5 continentes, aqui registrados, pelas obras que fascinam, encantam, chocam, fazem sorrir e interagem com espaços inesperados da cidade.

Agradeço ao curador geral, aos curadores convidados, além dos contemplados com o Prêmio Jovens Curadores. Às curadoras do projeto educativo, parceiras no desafio de ampliar o potencial educativo da Bienal, coordenando iniciativas para o desenvolvimento humano e cultural de alunos, professores e visitantes.

Um agradecimento especial a todos os parceiros e patrocinadores aqui listados e à equipe da Bienal Internacional de Curitiba, sem os quais nada disso seria possível. Meu agradecimento aos gestores e aos colaboradores dos espaços expositivos, componentes fundamentais na realização da Bienal. Por 2015 ser o Ano da Cultura Italiana na América Latina, a Bienal ressalta ainda mais a integração entre culturas e homenageia o país, valorizando a herança e o legado deixado por eles através da participação de um grande número de artistas italianos nesta edição.

Destaco a parceria estratégica do Ministério da Cultura por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, a cooperação com a Secretaria de Estado da Cultura e com a Fundação Cultural de Curitiba.

Agradeço, por fim, ao público da Bienal, que aqui está para o resultado final, para buscar compreender, para buscar algo que está além. E à contribuição fundamental da imprensa, não só pelo registro, mas pela ampla divulgação das atividades da Bienal.

Espero que seja uma experiência de encantamento, questionamento e, sobretudo, de aprendizado. Que a Bienal traga uma visão nova dos espaços e da realidade que já conhecemos tão bem. Que seja instigante e inspiradora.

Bem-vindos à Bienal de Curitiba.

 

Luciana Casagrande Pereira

Presidente do Instituto Paranaense de Arte