Сейчас клиент микрофинансовой организации находится в очень выгодном положении, так как конкуренция между мфо привела в появлению такого вида займа, как займ без процентов, то есть бесплатный займ. Это, действительно достаточно новое явление на рынке финансовых услуг, совсем недавно появилось на рынке финансовых услуг, но уже стало настоящим событием среди клиентов кредитных организаций, выдающий займы.

Bill Viola

ARTIST

Bill Viola-pb

BILL VIOLA

 

Bill Viola é talvez o artista contemporâneo mais interessado na dimensão espiritual do ser humano. Com uma aproximação do tema densamente mística e religiosa, de fina sensibilidade, Bill Viola tem desenvolvido diversas obras diretamente inspiradas nos textos sagrados, caso de Três mulheres, que integra a série denominada “Transfigurações”, palavra a ser lida no mesmo sentido que lhe atribuem os textos sagrados do cristianismo. A “transfiguração de Jesus” é mencionada no Novo Testamento como o momento em que Jesus é transfigurado ou metamorfoseado e  mostra-se “gloriosamente radiante” no alto de uma montanha: o relato dos apóstolos diz que Jesus começou a resplandecer em meio a brilhantes raios de luz. Como em outras de suas peças de alta performance tecnológica e emocional, Três mulheres tem por tema a passagem das personagens por um portal espiritual simbólico que, na obra deste artista, pode assumir diferentes formas, entre elas as da água e do fogo. No caso de Três mulheres, é a água, símbolo de nascimento, renascimento e afastamento das trevas. A água recolhe a luz que incide sobre as personagens da narrativa e a torna visível. A luz, imaterial (embora seja um corpúsculo, segundo uma explicação da Física), torna-se em tudo material. Luz é água, água é luz.

As narrativas visuais de Bill Viola o têm levado a realizar exposições em templos marcantes como, recentemente, a catedral de São Paulo em Londres, e em outros que foram dessacralizados por não serem mais locais oficiais de culto, sem com isso perderem de todo seu significado místico. Bill Viola está numa constante busca da conexão entre a vida cotidiana e aquela que se orienta para a vocação transcendente do ser humano. E o resultado são obras de intenso apelo emocional que convidam o observador a uma contemplação recolhida e respeitosa. É um artista que pertence à categoria dos que são capazes de adensar o espírito e a imaginação do observador por meio de uma relação fascinante entre arte, ciência e espiritualidade.

Teixeira Coelho | Curador geral

A participação de Bill Viola na Bienal Internacional de Curitiba em 2015 tendo como tema a Luz do Mundo é uma escolha pontual, pois suas obras são repletas de luz como elemento visual e remetem também à luz como metáfora da ressurreição.

Bill Viola nasceu em 1951 em Nova York nos Estados Unidos. Ele é reconhecido internacionalmente como um dos grandes expoentes na produção de videos de arte, seguimento no qual ele atua há 40 anos.Se formou em 1973 na Syracuse University em Estudos Experimentais. Sua obra abrangente foca nas experiências do universo humano – nascimento, morte e ressurreição – baseado tanto em preceitos espirituais da cultura ocidental quanto oriental e as distintas religiões como budismo, cristianismo e islamismo.

A obra „Três Mulheres“ produzida em 2008 fará parte da Bienal Internacional de Curitiba sendo exposta na Catedral Metropolitana de Curitiba, local este singular e propício para apresentação deste vídeo. Edificada no que é hoje o Centro Histórico de Curitiba e contruída inicialmente de pau a pique sendo inaugurada em 1668, a então denominada Igreja de Nossa Senhora da Luz e Bom Jesus dos Pinhais, abre pela primeira vez em sua história as portas para apresentação e apreciacão da arte contemporânea em seu interior. Este é um dos maiores exemplos no contexto curitibano da inserção e potencial da Bienal Internacional no espaço público.

A obra „Três Mulheres“ nos mostra três protagonistas femininas surgindo da escuridão e e tornando presente paulatinamente ao espectador. Elas cruzam uma camada de luz acompanhada de uma parede de água a escorrer e delimitar o espaço compartilhado pelas mesmas. Água e Luz são aqui dois elementos de forte simbologia do ciclo de vida como a água da placenta e a luz a caminho da ressurreição. Após esta breve aparrição as três figuras femininas retornam para o crepúsculo original de onde vieram.

A obra de Bill Viola é repleta de precisão e recursos de alta tecnologia. O artista atua como diretor a regir os figurantes de sua obra. Ele dá poucas indicações ou prescrições às pessoas participantes deixando-as a vontade para agir e reagir à situação da forma mais natural possível tirando de si própria a força e impulso para a atuação. Estas respondem de forma autêntica e pessoal ao contexto passando por um processo introspectivo de força pessoal, exorcismo, renascimento, desprendimento. Para Bill Viola a experiência das pessoas atuantes é compartilhada simultaneamente por ele e os demais participantes da produção com um grande envolvimento capaz de transformar todos envolvidos neste processo. Ele é seguro ainda de que esta mesma experiência há de ser compartilhada com o público de forma geral, a partir do momento em que estes estejam dispostos a se integrarem com o contexto por ele idealizado e criado.

A Luz do Mundo concebida para a Bienal Internacional de Curitiba é uma plataforma ideal para a obra „Três Mulheres“ propiciando a ambientação propícia para apreciação de sua magnitude, espiritualidade e caráter etéreo.

Tereza de Arruda | Curadora convidada

 

Bill Viola nasceu em 1951 em Nova York, nos Estados Unidos. Ele é reconhecido mundialmente como um dos grandes expoentes na produção de vídeos de arte, no campo onde ele atua há 40 anos. Ele se formou em 1973 na Universidade de Syracuse em estudos experimentais. Suas obras se concentra em experiências de universo humano – nascimento, morte e ressurreição – com base em ambos os preceitos da cultura ocidental e oriental. Suas obras têm um grande impacto em todo o mundo em exposições individuais e colectivas.

Site Bill Viola