Cinema Novo

Dir. Eryk Rocha

14 anos | 2016 | Documentário | 93’ | DCP

Cinema Novo é um ensaio poético, que investiga um dos principais movimentos cinematográficos latino-americanos, através do pensamento e de fragmentos de filmes dos seus principais autores. O filme mergulha na aventura da criação de uma geração de cineastas, que inventou uma nova forma de fazer cinema no Brasil - a partir de uma atitude política, juntando arte e revolução - e que tinha como desejo um cinema que tomasse as ruas e fosse ao encontro do povo brasileiro.

 

Direção e roteiro: Eryk Rocha | Direção de produção: Diogo Dahl | Edição: Renato Vallone | Trilha sonora: Edson Secco | Produção: Coqueirão Pictures | (21) 3875 3699

 

Eryk Rocha

O primeiro longa-metragem de Eryk Rocha, Rocha que voa, de 2002, foi exibido em Veneza e Locarno, além de ter sido premiado em vários festivais, como Melhor Filme no Festival Internacional É Tudo Verdade. Realizou o curta Quimera, que integrou a competição do Festival de Cannes, em 2004, e recebeu o prêmio de Melhor Curta no Festival de Montevideo. Em 2009, seu filme Pachamama foi exibido e premiado em diversos festivais. Já em 2011, lançou seu primeiro trabalho de ficção, Transeunte, selecionado e premiado em mais de 25 festivais, incluindo Telluride, nos EUA, que conquistou o título de Melhor Opera Prima no Festival de Guadalajara e Melhor Filme Brasileiro pela crítica. Jards, de 2013, recebeu o prêmio de Melhor Diretor no Festival do Rio. Em 2015, lançou seu sexto longa metragem, Campo de jogo. O filme foi exibido nos festivais BFI London, CPH:DOX Copenhague e MoMA. Atualmente, trabalha na distribuição de Cinema Novo e prepara o oitavo longa, segunda incursão na ficção, Breves miragens do sol.

 

 

Mostra Panorama do Cinema Brasileiro

 

 

 

 

Espaço Itaú de Cinema
Sábado, 22/10 - 21h00
R$4 inteira / R$2 meia