Jovens infelizes ou um homem que grita não é um urso que dança

Dir. Thiago B. Mendonça 

16 anos | 2016 | Ficção | Brasil | 127’ | DCP

Um grupo de artistas vive na fronteira entre arte e vida. Com teatro, música e performances em espaços públicos, eles tentam construir uma consciência revolucionária. Mas os horizontes rebaixados de uma sociedade cada vez mais autoritária os faz buscar um último grande ato estético. Feito com orçamento mínimo, o filme é uma metáfora da juventude contemporânea brasileira e seus horizontes políticos inspirado em ensaio de Pier Paolo Pasolini e pela poesia do revolucionário Aimé Cesaire.

 

Direção, roteiro e edição: Thiago B. Mendonça | Direção de produção: Renata Jardim, Adriana Barbosa e Marco Escrivão  | Direção de fotografia: Andre Moncaio | Direção de arte: Bira Nogueira e Cris Rodrigues Pereira  | Som: Samuel Gambini, Alexandre Scarpelli e João Victor Coura | Trilha sonora: Kiko Dinucci | Elenco: Camila Urbano, Alex Rocha, Clarissa Moser, Cel Oliveira, Rafaela Penteado, Renan Rovida, Carlos Francisco | Produção: Memória Viva | memoriavivacine@gmail.com

 

Thiago B. Mendonça 

Diretor, roteirista e dramaturgo. Thiago integra o Coletivo Zagaia e dirige o grupo de teatro Cia do Terror. Realizou curtas-metragens e documentários que receberam diversos prêmios em festivais nacionais e internacionais. Seu primeiro longa-metragem ficcional, Jovens infelizes ou Um homem que grita não é um urso que dança, estreou na Mostra de Cinema de Tiradentes de 2016, na qual ganhou o prêmio da crítica da Mostra Aurora.

 

 

Mostra Panorama do Cinema Brasileiro

 

 

 

Espaço Itaú de Cinema
Segunda, 24/10 - 20h40
Quarta, 26/10 - 21h00

R$4 inteira / R$2 meia