Bienal inaugura forno para queima de cerâmica

 

 

Ateliê Livre de Escultura do Parque São Lourenço ganha forno para queima de cerâmicas doado por universidade dos Estados Unidos

 

Inauguração do forno, o maior do Sul do Brasil, acontece nessa sexta-feira (09), com a participação de representantes e alunos da Universidade Estadual de Montana (EUA).

 

O Ateliê Livre de Escultura do Parque São Lourenço, localizado no espaço do Centro de Criatividade do parque, ganha a partir dessa sexta-feira uma novíssima estrutura: com patrocínio da Universidade Estadual de Montana, dos Estados Unidos, em parceria com a Prefeitura Municipal de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba e Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba, foi construído no espaço o maior forno para queima de cerâmicas em alta temperatura do sul do país.

 

Trabalhando com parceiros da comunidade local sob coordenação do escultor e coordenador do Ateliê Livre de Escultura do Parque São Lourenço, Elvo Benito Damo, os professores e especialistas em cerâmica da Universidade Estadual de Montana (EUA) Jeremy Hatch e Dean Adams foram responsáveis pelo projeto e construção do forno à lenha de alta temperatura para uso de alunos, professores de cerâmica, artistas e comunidade de Curitiba, instalado em espaço cedido pela Prefeitura Municipal no Ateliê de Escultura do Parque São Lourenço. A adequação e construção da cobertura para abrigar o local do forno foi uma iniciativa da Fundação Cultural de Curitiba em conjunto com a Secretaria Municipal de Obras Públicas e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de Curitiba.

 

Construção do forno no Parque São Lourenço. Créditos: Talita Braga

O forno para queima de cerâmicas é um dos maiores do Brasil, e foi projetado utilizando a tecnologia mais inovadora existente na atualidade em todo o mundo. A Universidade Estadual de Montana patrocinou todo o material necessário, bem como os custos de todos os técnicos e especialistas dos Estados Unidos envolvidos no projeto e na execução da obra.

 

Construção do forno no Parque São Lourenço. Créditos: Talita Braga

A obra teve início na quinzena de abertura da Bienal de Curitiba, no dia 18 de setembro de 2017. Toda a pesquisa relativa ao projeto do forno foi iniciada no campus da Universidade Estadual de Montana, nos Estados Unidos, a partir de uma série de estudos feitos pelos professores especialistas em vários países. O resultado dessa pesquisa foi aplicado no projeto final, construído em Curitiba e a partir desse mês, disponível para o uso de artistas, estudantes e comunidade.

 

 

 

Na ocasião da inauguração, estarão presentes a Dra. Waded Cruzado, Presidente da Universidade Estadual de Montana (EUA), o senhor Dr. Michael Babcock, Presidente do Senado da Universidade, os professores de cerâmica da Universidade Estadual de Montana Deam Adams e Joshua DeWeese, o senhor Dr. Royce W. Smith, Decano do Colegiado de Artes e Arquitetura da Universidade, a senhora Dannys Montes de Oca, Coordenadora Curatorial e Diretora Presidente da Bienal de Havana, e o artista cubano Reinier Nande. Também participarão alunos da Escola de Arte, Colégio de Arte e Arquitetura da Universidade.

Além das presenças internacionais, estarão na inauguração representantes da Prefeitura Municipal de Curitiba e Fundação Cultural de Curitiba, Secretaria Municipal de Obras Públicas (SMOP), Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), representantes da Bienal de Curitiba, artistas, professores e alunos de cerâmica da Escola de Música e Belas Artes da UNESPAR, do DeArtes da UFPR e do Museu Alfredo Andersen.

 

Serviço:

Inauguração do forno para queima de cerâmica
Data: 9 de fevereiro, sexta-feira
Horário: 15 horas
Local: Ateliê Livre de Escultura do Centro de Criatividade do Parque São Lourenço
Endereço: Rua Mateus Leme, s/n, bairro São Lourenço, Curitiba