Artistas

HÁ-L

HÁ-L, 10 anos de trabalho autoral com mínimo impacto ao meio-ambiente, peças de arte vestíveis para a antes nomeada: Heroína. O pano é suporte de ideias e transformado em roupa, pautado em técnicas artesanais e manuais. A performance é sempre presente na concepção, processo e fabricação das peças, onde o objeto têxtil é o produto final em um tratado audiovisual múltiplo. Todas as peças são únicas e questionam nossa posição no mundo e nosso papel no tempo. Carrega na bagagem os figurinos para a cantora Elza Soares na turnê A Mulher do Fim do Mundo, exposição na Bienal de Curitiba, performances no MAC, Museu Oscar Niemeyer e Prêmio de Calçado Estilo Brasil no Francal Top de Estilismo.