Bio

Dir. Carlos Gerbase

16 anos, 2017, Ficção, Brasil, 105’

O que aconteceria se um documentarista pudesse viajar no tempo e captar depoimentos sobre a vida de alguém ainda no calor dos acontecimentos, e não com aquele teor nostálgico de quem se recorda de fatos enterrados há muitos anos no passado? “BIO” responde a essa pergunta, propondo ao espectador uma narrativa fragmentada, mas muito emocional, sobre a longa e atribulada existência de um biólogo, que atravessa a segunda metade do século 20 e mergulha no século 21 com uma sede imensa de conhecimento sobre a vida em nosso planeta. Ou até fora dele.

Direção e roteiro: Carlos Gerbase | Produção: Luciana Tomasi | Direção de Fotografia: Bruno Polidoro | Direção de Arte: Bernardo Zortea | Som Direto: Fernando Efron e Fábio Duarte | Montagem: Milton do Prado | Empresa Coprodutora: Bunker Studio | Elenco: Marco Ricca, Maitê Proença, Maria Fernanda Cândido, Werner Schünemann, Rosanne Mulholland, Tainá Müller, Sheron Menezzes, Branca Messina, Bruno Torres, Zé Victor Castiel, Felipe Kannenberg, Carla Cassapo, Felipe de Paula, Gabriela Poester e Mateus Almada.

Carlos Gerbase

O cineasta foi um dos fundadores da prestigiada Casa de Cinema de Porto Alegre, de onde foi sócio de 1987 a 2011. Criou a Prana Filmes em parceria a Lucina Tomasi. É diretor dos longas-metragens “Inverno” (1983), “Verdes Anos” (1984), “Tolerância” (2000), “Sal de Prata”(2005), “3 Efes” (2007) e “Menos que Nada” (2012).

https://www.youtube.com/watch?v=aUJwvVaE0iI

Mostra Circuito Brasileiro

Espaço Itaú de Cinema
Sexta, 10/11 - 18h40

R$ 6,00 e R$ 3,00 (meia)