Nouvelle Vague

Dir. Jean-Luc Godard

14 anos, 1990, Ficção, França, 90’, 35mm

Após atropelar um homem, uma condessa decide levá-lo até sua mansão e cuidar dele. Os dois acabam se tornando amantes, mas o jeito manso dele a irrita. Em uma viagem de barco, ela deixa o homem se afogar, como se não estivesse vendo, e retoma sua vida. Um tempo depois, um homem idêntico com o outro aparece e alega ser irmão dele, e que sabe do crime. Para obter o silêncio dele, a condessa oferece a direção de uma das suas empresas e se torna amante dele.

Direção e roteiro: Jean-Luc Godard | Produção: Alain Sarde | Direção de fotografia: William Lubtchansky | Montagem: Jean-Luc Godard | Direção de arte: Anne-Marie Miéville | Som: Pierre-Alain Besse, Henri Morelle, François Musy, Miguel Rejas e Willi Studer | Elenco: Alain Delon, Domiziana Giordano, Jacques Dacqmine, Christophe Odent, Roland Amstutz, Cécile Reigher, Laurence Côte, Joseph Lisbona, Véronique Müller, Joe Sheridan, Violaine Barret, Hubert Ravel, Laurence Guerre, Pascal Sablier, Brigitte Marvine, Steve Suissa, Maria Pitarresi e Laure Killing | Empresa produtora: Sara Films e Peripheria

Jean-Luc Godard

Um dos cineastas mais celebrados da história do cinema mundial e um dos fundadores da Nouvelle Vague, movimento que oxigenou a filmografia francesa a partir dos anos 1950. Dirigiu cerca de oitenta filmes (entre longas e curtas-metragens). Dentre seus tantos clássicos, destaque para “Acossado”, “O demônio das onze horas”, “Alphaville”, “O desprezo”, “Je vous salue, Marie”, entre muitos outros.

Mostra Circuito Clássico

Cine Guarani
Domingo, 12/11 - 16h40
Terça, 14/11 - 19h30

Gratuito