Mostra de poesia visual na BPP integra a programação da 14ª Bienal de Curitiba.  

Nas palavras do curador Adolfo Montejo Navas, uma das vertentes mais simbólicas do trabalho do poeta madrilenho Eduardo Scala são os chamados poe-edifícios, projeto de composições arquitetônicas e espaciais mescladas com sua poesia visual. Nesta quinta-feira (26), às 16h, será inaugurada a mostra “Poema-edifício”, com intervenções site specific de Eduardo Scala no edifício da Biblioteca Pública do Paraná. A mostra faz parte da programação da 14ª Bienal de Curitiba.

Eduardo Scala nasceu em Madrid, Espanha, em 1954. É poeta, artista e enxadrista. Dedicou toda sua obra literária para renuniciar sua voz e encontrar novos códigos ou sistemas poéticos. Scala realizou exposições indivudais importantes, entre as quais se destacam Genomatría/Ochograma (Círculo de Bellas Artes, Madrid, 1989), POESIARQUITECTURA, 2007, Museo de Arte Contemporáneo, Madrid y FISCHERGRAFÍAS, Museo de Arte Contemporáneo, MUAC, México, D.F., 2012. A serie Soluna em 1997, estampada em ouro por José Manuel Martín, recebeu o “Premio del Gremios de Impresores”. Em 2009 recebeu o Prêmio Villa de Madrid, Arte Gráfico-Lucio Muñoz, por sua exposicição Poesiarquitectura.

A 14ª Bienal de Curitiba acontece de 21 de setembro de 2019 até 01 de março de 2020. Nesta edição conta com o tema “Fronteiras em Aberto”, assinado pelos curadores Adolfo Montejo Navas e Tereza de Arruda. A programação geral terá a participação de artistas dos cinco continentes, com destaque para artistas da Rússia, Índia, China e África do Sul – países membros do bloco BRICS.

Esta edição ocupará todos os museus e centros culturais de Curitiba, e também terá sedes em outras cinco cidades do Paraná, além de Florianópolis (Santa Catarina) e Brasília (Distrito Federal). Ao longo dos meses de realização do evento, o público contará com uma agenda intensa de circuitos, palestras, intervenções urbanas, oficinas, como os já tradicionais Circuito de Galerias, Circuito de Arquitetura, Circuito de Ateliês, Circuito Universitário (CUBIC), Semana de Performances, entre outros. 

Por fim, expandindo ainda mais suas fronteiras, a Bienal contará com uma programação de mostras internacionais em países da América do Sul e Europa. A programação completa pode ser conferida nas redes sociais e site da Bienal de Curitiba.

Instagram: @bienaldecuritiba

Facebook: /BienaldeCuritiba

www.bienaldecuritiba.com.br

Patrocínio: Furnas, Copel, Havan, Bergerson.

Realização: Fundação Cultural de Curitiba, Prefeitura Municipal de Curitiba, Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura do Governo do Paraná, Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania do Governo Federal.

Serviço:

Abertura da exposição “Poema-edifício”, de Eduardo Scala

Curadoria: Adolfo Montejo Navas

14ª Bienal de Curitiba: Fronteiras em Aberto

Horário: 16h

Entrada gratuita