a bienal

Sejam bem vindos à Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba!

Ao longo de uma história de 26 Anos, a Bienal de Curitiba se firmou no Brasil como um dos principais eventos de arte do circuito mundial, com reconhecimento de público e imprensa especializada.

Fundada em 1993, promove ações não apenas em Curitiba e outras cidades do estado do Paraná, mas também em diferentes cidades do Brasil e da América do Sul, trabalho que mantém até a atualidade.

Durante mais de cinco meses, a 14ª Bienal de Curitiba: Fronteiras em Aberto ocupará os mais importantes museus, espaços culturais e espaços públicos urbanos da capital paranaense e de outras cidades sedes na América do Sul e Europa, contando cerca de 1300 espaços.

Esta será a primeira grande mostra de arte contemporânea de artistas russos, indianos chineses e sul-africanos da história do Brasil. Além de importantes artistas destes quatro países, grandes nomes brasileiros e de outros países do mundo estarão reunidos em uma grande celebração do rompimento de fronteiras: sejam elas artísticas, geográficas, políticas, simbólicas.

o público

Todas estas propostas mobilizam artisticamente a cidade, a população e visitantes em múltiplos níveis, antes e durante o período em que a Bienal acontece.

O público visitante da Bienal provém não somente da própria Curitiba e de outras regiões do Paraná, mas também de diversos estados do Brasil. Há uma impactante quantidade de visitantes de outros países do mundo, atraídas pela programação internacionalizada e de qualidade apresentada nas exposições.

Os principais países de origem dos visitantes estrangeiros são Alemanha, Argentina, Áustria, Bélgica, Chile, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, Grécia, Hungria, França, Irlanda, Itália, México, Paraguai, Uruguai, Portugal, Polônia, África do Sul, entre outros.

prêmios recebidos

Em 2017 A Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba foi condecorada com a Ordem do Pinheiro pelo Governo do Estado do Parana. A homenagem é a mais alta honraria do Governo do Estado aos profissionais e instituições que se destacam em suas profissões e na atuação pública, contribuindo para a divulgação e crescimento cultural, economico, político e social do Paraná e do Brasil.

Ordem do Pinheiro

Em 2018, a Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba venceu o Prêmio Rodrigo Mello Franco de Andrade, concedido pela Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABCA). O prêmio homenageia as principais instituições de todo o país pela programação e atividade no campo da arte. Esta e a segunda vez que a Bienal de Curitiba vence um prêmio da ABCA: anteriormente recebeu, em 2011, o prêmio Destaque do Ano. A ABCA tem seu surgimento ligado a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA), fundada em 1948, em Paris, França, por iniciativa da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

Prêmio Rodrigo de Mello Franco de Andrade
Prêmio Destaque do Ano ABCA

Em 2019, a Bienal de Curitiba foi condecorada com a Comenda Ordem da Luz dos Pinhais pela Prefeitura de Curitiba.

Comenda Ordem da Luz dos Pinhais

Também em 2019 a Bienal recebeu o prêmio Victor Meirelles da Academia Catarinense de Letras e Arte – ACLA.

Prêmio Victor Meirelles

Nomes icônicos e de grande destaque internacional já tiveram passagens pela Bienal de Curitiba, como Marina Abramovic, Bruce Nauman, Dan Flavin, Louise Bourgeois, Julio Le Parc, Ai Weiwei, Richard Serra, Shirin Neshat, Tony Craigg, Bill Viola, Tracey Moffat, Marta Minujín, William Kentridge, entre outros.

patrocinadores

homenagem/ special honored

patrocínio/ sponsorship

apoio/ support

parceria/ partnership

incentivo/ incentive

realização/ realization

Projeto aprovado no programa estadual de fomento e incentivo à cultura PROFICE da Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura – Governo do Estado do Paraná

contatos

Institucional:
contato@bienaldecuritiba.com.br

Imprensa:
fernanda.maldonado@bienaldecuritiba.com.br

Bienal de Curitiba
Curitiba, Paraná – Brasil
+55 (41) 3223-8424