Infância na tela grande

Na tarde do dia 15/05 o projeto Cine Móvel completou sua última etapa na cidade de Sengés, a 270 quilômetros da capital. Sem grandes salas de cinema e poucos pontos de cultura, o Cine Móvel procurou estender a abrangência do Cinema até Sengés.

Cinema da Escola em Sengés | Cine Móvel – Lucas Ferreira

 

Dois meses antes, já na Oficina de Cinema pelo Celular no Colégio Estadual Anita Grandi Salmon, os alunos se mostraram dispostos e cheios de energia para entender como o Cinema poderia chegar até eles. Escreveram e filmaram seus roteiros com celulares, fazendo da Oficina uma tarde divertida e recheada de ideias.

Cinema da Escola em Sengés | Cine Móvel – Lucas Ferreira

Na última etapa, o Cinema na Escola, foi a hora de ver os filmes prontos e uma seleção de curta-metragens. Os filmes foram recebidos com risos e aplausos – o constrangimento de se ver em tela grande foi superado quando perceberam que conseguiram completar a tarefa com sucesso. Se tornaram realizadores de cinema!

                          Asteroid Attack | Dir. José Pedersen e Esteban Pedrozo

Além dos filmes da própria turma, os curta-metragens escolhidos são uma grande mescla de emoções. Todos de classificação livre e duração de até 15 minutos, são adequados para uma geração jovem. Eles assistiram atentamente não só devido à curiosidade que os filmes despertam, mas também pela duração rápida.

Cinema da Escola em Sengés | Cine Móvel – Lucas Ferreira