Protagonismo em Cornélio Procópio

No dia 30/04 o projeto Cine Móvel completou sua última etapa na cidade de Cornélio Procópio, ao norte do estado. Cornélio é uma das 339 cidades paranaenses que não contam com grandes salas de cinemas.

 

Cine Móvel 2019 | Cornélio Procópio

 

Duas etapas do Cine Móvel aconteceram neste dia no Colégio Estadual Castro Alves: pela manhã, a Oficina de Cinema pelo Celular e pela tarde, o Cinema na Escola. Ambas atividades conversam entre si, no desejo de apresentar um estudo diferente do habitual. Com a Oficina, os jovens conheceram a arte cinematográfica como História e teoria; já na hora do Cinema na Escola eles foram convidados a assistir filmes e debater as ideias que surgiram na tela grande.

 

Cine Móvel 2019 | Cornélio Procópio

 

Os filmes produzidos durante a oficina foram o documentário dramático “Uma Coisa Fatal” e a comédia “Lei do Retorno”. Os roteiros, escritos e filmados com celulares, falam do preconceito sob olhares – e resultados – diferentes.

 

Já na exibição dos filmes selecionados pela curadoria do Cine Móvel, a grande mistura de personagens e emoções prendeu a atenção dos alunos. Todos de classificação livre e duração de até 15 minutos, são adequados para uma geração jovem, que não tem vergonha de falar de suas fraquezas, receios, de seus vícios – seja no jogo, no som ou nas redes sociais.

 

Durante o Cinema na Escola, puderam conversar e partilhar experiências vividas como em “Uótizap” e “Asteroid Attack”. Aos poucos, passaram a reconhecer que são, também, protagonistas de suas próprias histórias.

 

Asteroid Attack | Dir. José Pedersen e Esteban Pedrozo

 

Uótizap | Diretor: Marcelo Branco